Resgate e Vida

Fim de 30 dias de Jejum e Voto Nazireu

Ontem dia 09/09/09 completamos 30 dias de Jejum e Voto de Nazireu.

Mas tudo isso precisa ir além de uma atitude natural, Deus quer refletir isso no nosso espírito, trazendo a revelação desta atitude no nosso estilo diário de Vida.

Entenda a mensagem e a responsabilidade que carregamos através deste voto.
O livro de Números, capítulo 6, nos apresenta um tipo de voto não muito comum nos tempos Bíblicos, mas que era de grande importância para aquele que o fazia: o voto de Nazireu. Este voto consistia numa separação total – tanto do homem quanto da mulher – das coisas do mundo. A pessoa não podia cortar os cabelos (v. 5), não podia tocar nem chegar perto de cadáveres (v. 6), não podia beber nada que viesse da videira (v. 4); se por um acaso, pecasse, teria que oferecer um sacrifício especial pelo seu pecado (v. 11) e no final do seu voto, teria que levar ao altar uma outra oferta (v. 13-20). O nazireu mais famoso que a Bíblia nos traz, é o juiz Sansão (ver Jz. 13.7) que não cumpriu muito bem o seu voto… mas isto é história para um outro artigo.

Este tipo de voto era feito espontaneamente, e tinha como objetivo principal a santificação da pessoa que o fizesse. A questão do cabelo, por exemplo, era algo totalmente fora da realidade bíblica. Ao contrário do que se pensa, para os homens era totalmente desonroso ter os cabelos compridos no tempo antigo. Quem o tinha, era desprezado e visto com maus olhos pelos outros. Para a mulher, já era difícil a questão dos mortos. Eram elas que preparavam o corpo do ente querido. Quem foi visitar Jesus no sepulcro, ao terceiro dia, após sua morte? Foram os homens? Não! Foram as mulheres! E no período do voto, mesmo que o seu pai, mãe ou irmão morresse, elas não poderiam jamais tocar nem se aproximar deles, nem sequer para as despedidas finais. E o mais importante de tudo, escrito e reescrito em vários livros do Antigo Testamento: jamais eles poderiam tocar em nada que viesse da uva: nem suco, nem uvas frescas ou secas… Beber o vinho, nem em sonho! E este tipo de “bebida” era o mais utilizado pelo povo de Israel. Naquela época existiam vários tipos de “vinho”, sucos de uva! Enfim, este era um voto muito duro de se cumprir! Não era qualquer um que tinha a coragem de fazê-lo para o Senhor.“Os nazireus eram suscitados pelo próprio Deus para demonstrarem através do seu modo de vida, o máximo do padrão divino de santidade, de consagração e de dedicação diante do povo. (…) O propósito disso era ensinar a Israel que a dedicação total a Deus deve brotar primeiro no coração da pessoa para depois expressar-se através da abnegação, do testemunho visível e da pureza pessoal.” (Bíblia de Estudo Petencostal, pág. 240.)

Estamos vivendo os últimos dias da existência humana na terra. Mais e mais sinais da volta de Cristo aparecem e não temos mais tempo a perder! Deus convoca esta geração, convoca a mim e a você para fazermos o “Voto de Nazireu” de todo o nosso coração para com ele! Precisamos nos santificar.

O simbolismo do cabelo crescido é a maturidade. Precisamos ser maduros no conhecimento de Deus. Temos que parar com as “coisas de menino” (1 Co. 13) e buscarmos o crescimento espiritual. Deixemos de beber o leite e passemos a nos alimentar com o alimento sólido! Conversas que não edificam, picuinhas, fofocas, invejas… tudo isso são características da “meninice espiritual”. Cadáveres, aqui, simbolizarão o pecado. A Palavra nos dizer que o salário do pecado é a morte! A morte é o fim daqueles que vivem a vida longe do Senhor. Existem tantos “servos” que não estão nem aí e vivem uma vida de pecado, no qual a carne podre já fede! E muitos que vivem junto a “zumbis espirituais”, pessoas que já morreram espiritualmente há tempos. Não podemos abandoná-los, nem desprezá-los, mas trazê-los de volta à vida, sem nos contaminar com suas práticas. Em relação ao vinho, a Palavra diz: “Não vos embriagueis com vinho, onde há contenda; mas enchei-vos do Espírito Santo” (Ef. 5.18), ou seja, não busquemos as coisas deste mundo, onde só há prazer momentâneo, mas busquemos nos encher do Senhor, pois precisamos dele!

Não será de qualquer jeito que entraremos no Reino dos Céus! Busque a face do Pai! Busque a santificação, sem a qual, ninguém verá o Senhor! Não temos nada a perder, se assim procedermos, só iremos comer do banquete que ele mesmo está preparando para nos oferecer! Entregue-se ao Senhor, com toda a sua alma e seu coração! Ele merece mais do que tudo que possamos oferecê-lo. Não dê ouvidos àqueles que lhe criticam. Apenas ouça a voz do Pai a lhe dizer: “Sede santos porque eu o Senhor, sou Santo” (1 Pe. 1.16). E a todo àquele que vencer, abrindo mão de sua vida por amor a Cristo, o Senhor lhe diz que “herdará todas as coisas; e Eu serei Teu Deus e você será Meu filho.” (Ap. 21.7.) Aleluia!

Imprimir este Artigo

Categoria: Notícias

Publicado em 10 de setembro de 2009

Visualizado por 1.224 leitores

3 Comentários para “Fim de 30 dias de Jejum e Voto Nazireu”

  1. Lídia disse:

    Deus é tremendo!!!!!
    Façamos e cumpramos o voto do Nazireu. Que o mundo veja Cristo em nós. Deus seja glorificado……

  2. Lídia disse:

    Deus é tremendo!!!!!
    Estamos realmente vivendo os últimos dias da igreja na face da terra. Que todo o povo de Deus se una na compreensão de que devemos nos santificar, nos preparar para a vinda gloriosa de Jesus. Façamos e cumpramos o voto do Nazireu. Que o mundo veja Cristo em nós. Deus seja glorificado……

  3. Wesley disse:

    Palavra vinda de Deus.
    Precisamos tomar atitudes diarias de humildade e temor e santidade perante Deus.

Envie seu Comentário

© 2014 - Resgate e Vida - Todos os direitos reservados

 

Desenvolvido por Evangelize com WP-2.7

Painel | Webmail